Clique para iniciar atendimento


 

Tia Sinhá... Reminiscências de Uma Caftina - Carlos Maia de Almeida
Autor(a): Carlos Maia de Almeida
ISBN: 978-65-861-7924-8

Número de páginas: 416


Por R$ 109,90

12 X de R$ 11,35 no Mastercard
10 X de R$ 13,18 no Visa
* juros de 1,99% a.m

   Adicionar exemplar(es)
 
 

📖 Resenha
Horácio Vergueiro de Montemort Neto não conheceu o pai e, antes de completar dez anos de idade teve a mãe assassinada, fato que não lhe causou grande comoção, posto que, desde que se entendera por gente, vivia com uma senhora, especialmente contratada pela sua mãe para lhe cuidar. Não tinha, pois, uma relação direta, diuturna, com a genitora que, somente de vez em quando aparecia para o ver e passear com ele. De qualquer sorte, foi um acontecimento ruim, mas que deu uma guinada em sua vida, posto que logo foi procurado por um padre dizendo que o levaria para um orfanato. Na verdade, não ficou interno na instituição. Passou a morar em um apartamento de luxo, ao lado de um asilo, com todo conforto e cuidado, criado com muito carinho e amor, pelo padre que o buscou e por Ana, uma jovem que lhe dedicava amor de mãe, vinte e quatro horas por dia.Teve o nome trocado e quase nada sabia sobre suas origens. Ganhou a companhia de uma garota muito inteligente e lindíssima, filha de uma moça que pereceu junto com a sua mãe. Ao completar dezoito anos se casou com a garota, com quem teve três filhos. Formou-se em Matemática e prosseguiu no caminho caritativo e na carreira de professor, até se aposentar. Uma vez aposentado e ainda muito novo, começou a sentir o peso do desconhecimento do seu passado, até então muito bem escamoteado por ele no seu inconsciente, para proteger o conforto, a segurança e a felicidade que vivia. Todavia, a vida também começou a perder o sentido para ele e percebeu, claramente, que a principal razão era o apagão que existia sobre as suas origens. A depressão ia chegando de mansinho. A esposa percebeu e o convenceu a fazerem uma viagem, buscando espairecimento e um novo sentido para a vida. Não por acaso, foram viajar para o Estado da Bahia, onde, numa cidade interiorana, encontraram duas velhinhas que viviam para a caridade, as quais Liz, a esposa de Horácio, visitava em sonhos e as reconheceu de imediato. Misteriosamente, as velhinhas já os aguardavam, revelando, para grande espanto dos três, pois Ana também foi com eles, que Horácio fora escolhido para as suceder na condução de um asilo que elas ali mantinham, fazia sessenta anos. Diante da estupefação do moço, Sinhá, a velhinha mais falante e ativa da dupla, lhe revelou que fora orientada por seus guias espirituais a lhe contar toda a sua história e que, ao final, tudo seria esclarecido. Horácio, inicialmente incrédulo, amedrontado, teve o apoio imediato da esposa e se dispôs a ouvir as lembranças e recordações da velhinha. Uma história surpreendente, diferente, empolgante, cheia de suspense e revelações, que teve o condão de trazer à tona todo o passado do professor aposentado.
 









 
Atendimento On-line | Livros Esgotados | Publique na Ícone
Quem somos | Fretes e entrega | Política de Trocas e Devoluções | Mapa do site


© copyright 2024 ícone editora - todos os direitos reservados - sac@iconeeditora.com.br - powered by Júpiter