Clique para iniciar atendimento


 

Rumo à Paz Perpétua - Zum ewigen Frieden (edição bilingue)
Autor(a): Immanuel Kant
ISBN: 978-85-274-1080-9

Número de páginas: 120


Por R$ 37,00

12 X de R$ 3,82 no Mastercard
10 X de R$ 4,44 no Visa
* juros de 1,99% a.m

   Adicionar exemplar(es)
 
 

📖 Resenha
‘Habent sua fata libeli’, de fato, poucos textos filosóficos continuam tão atuais e discutidos quanto a obra ora vertida ao português: Rumo à Paz Perpétua (‘Zum ewigen Frieden’), de Emmanuel Kant (1724-1804), publicada originalmente no ano de 1795, em que o filósofo de Könisberg vê a paz como o único e exclusivo caminho para a formação e mantença de um Estado mundial. Como o próprio Kant escreveu na Conclusão de sua Doutrina do Direito (Rechtslehre):
“<...> Por conseguinte, não se trata de saber se a paz perpétua é possível na realidade ou não, nem se nos enganamos em nosso juízo prático quando opinamos pela afirmativa, mas sim que devamos proceder como se este suposto, que talvez não se realizará, devesse, no entanto, realizar-se e tratar de estabelecer entre nós a constituição (talvez o republicanismo de todos os Estados em conjunto e em particular) que nos pareça mais própria para alcançar esse fim e pôr termo à guerra execrável, objeto ao qual, todos os Estados, sem exceção, têm dirigido até hoje suas instituições interiores, como para seu fim principal.”
 
📖 Outros livros deste Autor
Clique para ver mais informações sobre o produto

por: R$ 44,00
Crítica Da Razão Prática
Immanuel Kant
Porque este tratado não apresenta o título de “Crítica da razão pura prática”, mas apenas o de “Crítica da razão prática” em geral, não obstante o paralelismo desta em relação à especu­lativa parecer exigir o primeiro, este tratado explicará suficiente­mente. Deve ele estabelecer que há razão pura p... 
Clique para ver mais informações sobre o produto

por: R$ 82,00
Crítica Da Faculdade De Julgar
IMMANUEL KANT
O juízo estudado aqui por Kant não é o julgamento cognitivo (que tem a ver com uma Crítica da Razão Pura), mas o reflectivo, a julgar pelo humor como objetivamente válido.Com isso, a possibilidade de juízos sintéticos a priori, testado em duas outras Críticas para o conhecimento e a moralidade, este... 






 
Atendimento On-line | Livros Esgotados | Publique na Ícone
Quem somos | Fretes e entrega | Compra Segura | Mapa do site


© copyright 2019 ícone editora - todos os direitos reservados - sac@iconeeditora.com.br - powered by cia. de sites