ADVOGADO NÃO PEDE, ADVOGA (O)
Autor(a): Paulo Lopo Saraiva
ISBN: 978-85-274-0864-3

Número de páginas: 80


Por R$ 28,00

12 X de R$ 2,89 no Mastercard
10 X de R$ 3,36 no Visa
* juros de 1,99% a.m

Produto indisponível
 
 

📖 Resenha
Sem dúvida, nada temos que pedir ao Juiz, pois ele não nos vai dar coisa alguma. O Advogado, o Juiz e o Promotor de Justiça compõem a tríade para a produção da decisão judicial; exercem funções coordenativas e não subordinativas. Temos, sim, de provocar a prestação judicial, por meio de um termo inaugural, no exercício do jus instaurandi ou jus reivindicandi. E ainda há Advogados que utilizam as expressões: “Pede deferimento”, “receba esta súplica”, etc. Estes e estas são adevogados e adevogadas e não merecem pertencer à nossa brava Ordem. O ex-presidente José Roberto Battochio afìrmou: “Tremei todos vós, porque esta é dos bravos Advogados brasileiros, a augusta Ordem!” Este é o momento propício para recolocar o Advogado e a Advocacia nos seus devidos lugares.
 






 
Atendimento On-line | Livros Esgotados | Publique na Ícone
Quem somos | Fretes e entrega | Compra Segura | Mapa do site


© copyright 2019 ícone editora - todos os direitos reservados - sac@iconeeditora.com.br - powered by cia. de sites